coma meu coração sem pena, enquanto é tempo

eat my heart  pitiless, while there’s still time

joão oliveira

coma meu coração sem pena, enquanto é tempo

gravura em metal

16, 5 x 8,5 | 16,5 x 14,5 | 16,5 x 8,5 | 16,5 X14,5 cm

2012

o amor não recíproco, demente e imaginário - que independe do objeto de amor - surge, naquele que o sente ou a ele é propenso, comprometido pela sua irrealidade. o amante tenta alcançar no amado algo impossível, uma simbiose, na tentativa desesperada de atingi-lo em sua imaginada essência. mendigando afeto como um cão sem dono, o ser apaixonado personifica-se no que acredita ser o que o outro espera, nesse caso, o cão fiel, incondicional, ladrando seu amor em urgência, e revela-se capaz de renunciar voluntariamente ao seu amor-próprio para se fazer digno daquele a quem ama e conquistar o seu afeto. Nossa alienação a nós mesmos e ao outro é revelada quando descobrimos esse outro, destituído de suas imaginadas qualidades, e constatamos frustrados a impossibilidade de concretização de nosso devaneio amoroso. “mas não é menos verdade que mutilamos a realidade do amor quando a separamos de toda a sua irrealidade.”

 

non-reciprocal, demented and imaginary love - which does not depend on the object of love - arises in those who feel it or are prone to it, compromised by its unreality. the lover tries to achieve in the beloved something impossible, a symbiosis, in the desperate attempt to reach it in its imagined essence. begging affection like a street dog, the passionate being personifies what he believes to be what the other expects, in this case the faithful, unconditional dog, barking his love in urgency, and proves to be able to voluntarily renounce his  self love to make himself worthy of the one he loves and win his affection. our alienation of ourselves and others is revealed when we discover this other, devoid of its imagined qualities, and find out, frustrated, the impossibility of realizing our love daydream. "but it is no less true that we mutilate the reality of love when we separate it from all its unreality.".