pequenos divertimentos: eu vou te amar, abraçar, apertar, até você ficar em pedacinhos

little amusements: I'm going to love you, hold you, squeeze you, until you're in tiny pieces

joão oliveira

monolitos são pedras solitárias

gravura em metal

27 X 21 cm

2019

pequenos divertimentos: eu vou te amar, abraçar, apertar, até você ficar em pedacinhos é resultado da impressão dos corpos de animais de plástico dilacerados através do mesmo método de dissecação que utilizava quando era criança (e médico legista experimental). depois de desventrados e retalhados, esses animais sofrem um processo de aquecimento que desenvolvi para transformá-los em matrizes bidimensionais que imprimo através dos mesmos procedimentos tradicionalmente utilizados na feitura de uma gravura. o que se imprime sobre o papel é o resultado do corte e planificação, combinados às características de fábrica intrínsecas a cada um desses animais, que permitem a reprodução da imagem e a criação da estampa. nesse processo, esses bichos perdem seu caráter serial e se tornam únicos. cada gravura se conjuga em verbos violentos  — rasgar, limar, encavar, prensar, corroer — e esse conjunto de ações se converte numa espécie de ritual de violência para expurgar a violência, cinesia de ação e reação infinitas, nesse caso, a imposição de uma força contra a outra. cada gravura é marca única da violência que liga o autor ao seu ato.

 

little amusements: I'm going to love you, hold you, squeeze you, until you're in tiny pieces is the result of the impression of  plastic animals bodies, torn apart by the same method that I used as a child (and experimental medical coroner). after being misplaced and shredded, these animals undergo a heating process , developed by me  to turn them into two-dimensional matrices that I print with the same procedures traditionally used on engraving, resulting in a kind of graphic stain; a unique mark of violence that links the author to his act.